5 pecados que todo leitor comete

19:00

Oi, gente letrada e linda! Tudo bem com vocês? Hoje eu quero propor algumas discussões a partir de uma pequena lista que fiz, pensando nas coisas que fazemos enquanto leitores, mas que não nos orgulhamos muito. O título, não me levem a mal, é só para brincar com a culpinha que sentimos com algumas atitudes nossas em relação aos livros. Vamos lá?

Marcar o livro com caneta/marca texto/lápis e dobrar páginas

Depois que descobri as flags, confesso que nunca mais marquei meus livros com caneta ou marca texto, mas não é algo que eu rechace completamente, quando eu quero muito marcar algum trecho e estou sem flags (e com um livro que é meu, obviamente) não tenho o menor problema em dobrar a pontinha ou sublinhar levemente com um lápis. É aquela velha história de criar um vínculo e deixar uma marca só sua no livro, de fazer anotações que, depois de algum tempo, ou durante uma releitura, podem mostrar como foi a relação do leitor com o livro.
Quando eu olho para meus livros na estante, é fácil reconhecer aqueles que foram leituras significativas e marcantes: eles são cheios de post-its e claro, flags. Além disso, eu tenho o costume de usar duas cores de flag em cada livro que leio, uma cor é para marcar trechos bonitos e/ou importantes e outra cor para marcar erros de revisão (sou dessas). Desse jeito, eu consigo ver se aquele livro teve partes legais e se teve ou não uma boa revisão.

Achei ofensivo, apaga! Hahaha.

Pular capítulos de livro chato

Isso é algo que eu tenho me permitido nos últimos tempos. Acho que ninguém é obrigado a nada, inclusive se forçar a ler livro chato ou cansativo. A vida é tão curta e há tantos livros maravilhosos para se ler, que ficar se forçando a ler é pura teimosia e perda de tempo. Mas, nem sempre eu pensei assim, eu achava que deveria ler até o final, que eu poderia me arrepender e que a escrita poderia melhorar mais adiante, que o final poderia me surpreender etc.etc.etc.. Sabe quando aquela sua miga vem dizendo que voltou pro namorado e que agora vai ser diferente? Então, com os livros é a mesma coisa.

"Não dá!" Você tenta continuar lendo, mas por dentro você tá igual a Marta.

Julgar um gênero literário sem nunca ter lido nada dele

Nisso eu posso dizer que sou craque! Passo longe de autoajuda, romances hot e, principalmente, livros de Youtuber! Vocês nunca vão me ver/ouvir/ler falando mal desse tipo de leitura (até porque não podemos criticar o que não conhecemos, né non?), mas inconscientemente eu já criei um bloqueio e sempre que passo por uma vitrine de livraria cheia de livros de Youtuber eu fico tipo: Por quê??? Acontece que com a experiência de leitura ao longo de nossas vidas, vamos identificando que tipo de escrita, gêneros e temas nos agradam mais, além disso, confio na opinião de algumas pessoas que possuem gosto literário parecido com o meu e que dizem não ter gostado.

Prefiro continuar lendo meus dramas. 😂😂😂😂

Comprar um livro por ter a capa bonita

Que atire a primeira pedra quem tem um livro na estante que a edição é linda de morrer e, mesmo não tendo morrido de amores pela história, não consegue se desfazer do dito cujo. Acontece que não resistimos a uma edição bem feita, capa dura, com fitinha de cetim e folha de guarda. Não é mesmo, gente? Tem livro que é bonitinho, mas ordinário.

Comprar mais livros do que pode ler

Esse pecado pode ser colocado na categoria gula, o pecado de consumir mais do que se "precisa". É uma promoção aqui, uma Black Friday ali, um frete grátis acolá e de repente... boom! Uma estante abarrotada de livros não lidos. Falta de tempo também colabora e a cada cinco livros comprados acabamos conseguindo ler só um. Bem, dos consumismos esse é o mais saudável. Leitura e livros nunca são demais, concordam?  É claro que a gente precisa se policiar e comprar só aqueles livros que vamos realmente ler, eu falei um pouco sobre como eu vejo o consumismo de livros em um post aqui no blog há um tempo atrás, em que discorro sobre comprar livros desnecessários e que não têm a ver com o perfil do leitor, somente porque estava barato ou na "modinha". Vale a pena a leitura. 😉

Muitos livros por ler: sonho ou pesadelo?


Espero que levem na brincadeira, tá gente?! Esse post é para descontrair. Mas também para refletir!

Beijinhos, Hel.


You Might Also Like

20 comentários

  1. Já cometi todos kkkkk, de comprar livros mais do que posso ler sempre cometo. Confesso que sou que nem você: quando não tenho flags, dobro mesmo, o importante é não perder aquela parte da história.
    Obs.: estava com saudades dos posts aqui já

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Tai!
      Tudo pela parte importante da história, não é mesmo? Vale até dar uma leve dobradinha. ;)

      Excluir
  2. Oi, Hel!
    Eu também costumo anotar nas páginas quando não tenho post-it em mãos, mas nunca dobrei, eu acho. É interessante você marcar também as partes que contém erros de revisão, nunca fiz isso, mas um dia pretendo. kkkkkk.
    Se tem uma coisa que eu faço é evitar ler aquilo que não está me agradando. Portanto, eu pulo capítulos sim, e se a leitura não está boa, eu abandono.
    Eu já li romance hot e detestei. Autoajuda eu li quando comecei a ser leitora. E livro de youtuber eu li por curiosidade. Esses três gêneros passam longe das minhas preferências.
    Com certeza eu já comprei um livro só pela capa! Um não, muitos! hahaha. Sou mestre nessa arte.
    E o último quesito, acredito eu, é o que menos me compromete, porque eu não tenho dinheiro para me dar a esse luxo sempre, hahahaha. Só aconteceu algumas vezes.
    Ai, como eu adoro aqui! Estava com saudade. Muito bacana o post, você é maravilhosa com as palavras.
    Beijos ♥
    Historiar

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Thami!
      Eu não consigo me desvencilhar do meu eu revisora, inclusive eu costumo contar o número de erros que encontrei e depois vir aqui contar pra vcs nas resenhas, haha.
      Pois é, lembro de uma postagem sua que você falou que abandonava leitura sem culpa, eu sou um tanto quanto insistente, mas paciência tem limite.
      Obrigada por sempre me acompanhar e ter tido paciência enquanto não postava nada, são leitores como você que moram no meu ♥.
      Beijos

      Excluir
  3. Voltou com tudo hein miga!!! Adorei o clima de post engraçadinho e cheio de gifs!!! Eu cometo todos eles!! O que eu menos faço é dobrar a página e grifar e pular capítulos. Não pulo capítulo não, tenho medo de perder informações importantes. Quanto aos grifos agora tenho me permitido embora eu não goste não hahahaha
    Amei esse post! Beijão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Lívia. Que bom que você gostou!

      Beijão. :D

      Excluir
  4. Olá Hel!
    Só não cometi os dois primeiros pecados! Kkkkkkkkk...
    Os outros já cometi abundantemente! O último então... prefiro nem comentar! :P
    Post muito legal! Beijos!
    Ps : também estava com saudades dos posts!

    www.blogleituravirtual.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Gustavo. Tudo bem?

      É um tabu mesmo dobrar as páginas, tanto que aquela imagem que coloquei no post circula nos grupos de leitores como uma verdade incontestável, me sinto diferentona por achar aceitável, haha.

      Beijos!

      Excluir
  5. eu surto se alguém escrever nos meus livros. por sorte só empresto para quem os usa como eu. tenho uma amiga querida que dobra o livro de uma tal forma q surto tb. os meus parecem que nem foram lidos tanto o cuidado. não ficam tão impecáveis. até pq carrego pra lá e para cá na bolsa. mas não dobro estranho não. agora eu tenho fascínio de anotações em livros em sebos. fico tentando imaginar quem escreveu, porquê, tentando achar pedaços da história daquela pessoa q não sei quem é. hahahaha, tb acho q monstros dobram a página para marcar onde leram. qq papelzinho pode servir. jamais dobrar. ah, eu tenho dor na consciência de largar um livro. pular então nem se fala. sou disciplinada demais. ah, e como já comprei livro pela capa. agora, em geral livros indicados. não compro livros sem saber a procedência mesmo q a capa seja bonita. nem me fala em mais livros a ler. eu passei anos sem ter livros. lendo de bibliotecas. agora q volte e meia posso comprar algum em promoções, vixe. tem muito na fila e uma culpa enorme. beijos, pedrita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Pedrita. Você é bem cuidadosa, hein? Eu cuido, mas não chega a parecer que eu não li, sempre tem uma dobrinha ou flag marcando.

      Beijos!

      Excluir
  6. JÁ COMETI DOIS DOS PECADOS, COMPRA PELA CAPA BONITA E MAIS LIVROS QUE EU POSSA LER.... KKKKKKKKKKKK ADORO

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Capas bonitas merecem uma chance, né non? Hahaha

      Excluir
  7. Me identifiquei muito com de julgar os livros e o de comprar demais! Eu partilho da sua opinião sobre os gêneros literários que a gente não curte muito, e parece que comecei a julgar esses livros até pelo título! kkkk
    Agora o pecado de querer os livros em edição bonita, esse é gravíssimo! Já me peguei desejando comprar livros que eu já tenho, só porque vi uma edição mais bonita em promoção. Aí tenho que me controlar e dizer pra mim mesma que não preciso ter um livro repetido! kkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Leth. Tudo bem?

      Eu julgo bastante pelo gênero, sei que é feio, mas não posso evitar. Como também sei que muita gente julga quem lê clássicos de esnobes.
      Sabe que eu também tenho essa mania de querer trocar as edições? Tenho duas edições de Lolita, duas de Emma e pensando em comprar uma edição bonita de O morro dos ventos uivantes da Zahar, já que a minha é bem humilde. Eu sei que é desnecessário, porque o que vale é o conteúdo, mas as editoras nos deixam tentados demais! Hahaha!

      Beijos!

      Excluir
  8. Oi, Hel!
    Menina, comprar livros demais esse me define perfeitamente.
    Sobre julgar, eu não curto certo gênero, mas também não meto o pau, já que não li nada né? Mas a galera teima em fazer isso assim mesmo.
    Beijos
    Balaio de Babados
    Participe da promoção seis anos de Caverna Literária

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Lu!
      Quando eu falo de julgar, é aquele julgamento mental, sabe? De olhar e pensar: nunca perderei tempo lendo isso. Sabe?! Nunca vou criticar sem conhecimento de causa.

      Beijos!

      Excluir
  9. Oi Hel! Acho que metade dos livros que tenho me atraíram pela capa. Fico atraída e leio a sinopse, de tiver identificação com meu gosto, compro, esquecendo a enorme pilha de livros por ler e me encaixando na categoria do consumismo. Agora sublinhar meus livros não faço, primeiro que doo a maioria após a leitura e, segundo porque meu sublinhado é torto e trêmulo... rs. Acho que vou fazer um post no meu blog sobre estes temas, você me inspirou. Abraço! ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria. Tudo certo?

      Vou te dizer que eu primeiro olho pra sinopse, depois vejo as edições que têm disponíveis pra comprar. Confesso que também avalio os preços, mas ultimamente tenho comprado aquelas edições mais lindas nas promoções, como a de Laranja mecânica que aproveitei a Black Friday pra adquirir a um preço bem menor.

      Que legal o seu motivo para não riscar, bonito você doar depois. Eu só faço doação daqueles que não gosto. Meu sublinhado é muito feio também, mas eu uso marca-texto, que fica melhor e menos poluído.

      Abraço!

      Excluir
  10. Não costumo a dobrar os meus livros não. Sai de mim hahaha
    Enquanto a livros de youtubers, eu acredito que tenham exceções, mas quando chego em uma livraria imensa e veja estantes dedicados a isso, me bate a revolta também.

    Abraços
    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rafael. Tudo bem?

      Eu parei de dobrar, agora sou uma leitora precavida que sempre anda com post-its junto com os livros! Hahaha

      Abraço e obrigada pelo comentário.

      Excluir

Deixe um comentário! Eu vou adorar saber a sua opinião e com muito prazer te responderei :)